As empresas atravessam por transformação todo o tempo. Transformação em processos, em tecnologias, em estruturas de gestão e em suas formas de trabalho.

Todas as mudanças afetam de algum modo as pessoas de uma organização. Saber tratar os comportamentos, as atitudes e a aceitação dos envolvidos é um dos fatores críticos de sucesso para a preparação da empresa para as mudanças.

O foco de atuação da Gestão de Mudanças Organizacionais (GMO) se concentra em preparar as pessoas para as necessidades de adequação aos novos processos, novas atividades, viabilizando as devidas formações (técnicas e comportamentais) e o entendimento da mudança, além do desenvolvimento e engajamento das lideranças para que disseminem as novas diretrizes corporativas.

Para a Dynamica Consultoria atuar em GMO é ter uma visão ampla do momento vivido pelo “corpo empresarial” e dos aspectos de sua cultura organizacional. Isso por meio da avaliação dos impactos em processos e estruturas organizacionais, em seu quadro de colaboradores e líderes e na definição das novas funções, análise da cultura da empresa, entre outros fatores presentes em sua metodologia

Conheça em detalhes nosso framework acessando aqui.

Na visão da Dynamica, gerir mudanças deve ser tratada nas organizações como uma competência organizacional.

Temos uma metodologia específica para Médias Empresas.

Entre em contato!

Sua metodologia baseia-se em 6 aspectos, sempre tratados de forma integrada e apoiando-se em processos eficazes de comunicação:

 

  • Entendimento do cenário: avaliação do ambiente, cultura, liderança, o que é a mudança, seus motivadores e como afeta ou se conecta à estratégia empresarial – qual o senso de urgência do negócio para a iniciativa;
  • Papel dos gestores e líderes: sem liderança não há transformação sustentável. Como as lideranças influenciam o novo modelo;
  • Engajamento para a mudança: quem é afetado pela mudança; Como as pessoas se movem no ambiente da transformação requerida;
  • Preparação das áreas: como a mudança acontece nos processos empresariais e afeta suas estruturas organizacionais; funções e como as pessoas estão preparadas para o novo – quais as formações e preparações do time serão necessárias;
  • Divulgação do novo: todos os aspectos da mudança devem ser respaldados por uma comunicação clara e objetiva. Tornar o novo modelo conhecido é uma das formas de engajamento e redução de resistências.
  • Capacitação dos times: é necessário assegurar que os novos conhecimentos para a mudança, técnicos ou comportamentais, sejam disseminados. Dependendo da maturidade do time, pode haver a necessidade de incorporar práticas de desenvolvimento humano, tais como Mentoria, Avaliação ou até mesmo a construção de planos de ação para o Desenvolvimento integral de lideranças e times.
WhatsApp

CHAT - Quer Saber Mais?