Soluções Criativas para fazer a gestão acontecer

Promover discussões visando à melhoria de práticas organizacionais faz parte da missão de consultorias que suportam as empresas em seus processos de mudança e transformação. Para tanto, alguns instrumentos de desenvolvimento e capacitação como cursos, workshops e encontros são implementados e contribuem para o desenvolvimento e alcance dos objetivos de negócio propostos.

 

A série “Encontros para Mudanças”, realizada pela Dynamica desde 2012 é um evento gratuito que reúne gestores de diversos segmentos de negócios para dialogar sobre os principais temas relacionados à Mudanças Organizacionais, Estratégia, Cultura e outros temas de relevância para o cenário empresarial. Tem como objetivo fomentar discussões que possam reverberar, difundir, ecoar, repercutir, propagar os assuntos escolhidos e contribuir com discussões que agreguem valor às empresas participantes e ao mercado. 

Em 2020, devido ao novo cenário de trabalho decorrente da pandemia, o formato à distância do evento trouxe alguns desafios e adaptações necessárias. Mas sua essência, de promover o diálogo aberto sobre conteúdos relevantes, se manteve. 

 

Entre 2012 a 2015, foram realizados 12 Encontros para Mudança em diversas cidades como Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Caxias e São Paulo. Durante os encontros foram apresentados os métodos da consultoria para implantar as novas formas de lidar com a Gestão de Mudanças Organizacionais. O fomento das discussões entre os participantes e a ampliação do entendimento dos conceitos de GMO auxiliaram no entendimento das práticas nas principais empresas de atuação nacional. 

 

Novas práticas para liderar as mudanças nas organizações

 

Disseminar o conhecimento é fundamental para desenvolver novas práticas de gestão. Em edições anteriores do Encontros foram abordadas temáticas relevantes como os “8 passos para a Gestão de Mudanças” (2013), metodologia desenvolvida por John Kotter, professor da Harvard Business School. As discussões realizadas junto com os participantes foram em torno dos dois primeiros passos, denominados “senso de urgência” e “coalização da liderança”. A metodologia completa de Kotter contempla o senso de urgência, coalizão da liderança, visão para mudança, investimento em comunicação, empoderamento da base, determinação de metas de curto prazo, estabelecimento do ritmo e mudança como parte da cultura. Em 2014, o tema principal da conversa foi a falta de percepção da mudança pelas organizações e de que forma é possível contornar esta condição com o objetivo de capacitar as lideranças para que consigam visualizar as oportunidades de mudança existentes na empresa. Para tratar deste tema, falamos sobre os conceitos de Cultura Organizacional, lembrando que o papel de líderes e gestores é fundamental para a construção, adaptação e mudanças dos hábitos existentes em uma empresa. Dentro deste contexto, é importante abordar as formas com que a liderança consegue identificar a origem de eventuais resistências às mudanças, além dos aspectos culturais que podem gerá-las. Principalmente, é preciso entender quais os riscos envolvidos em não conseguir realizar a gestão de mudança com sucesso.

 

O formato do evento (presencial ou à distância) mantém um roteiro de atividades que preserva a informalidade e facilita o entrosamento dos presentes, com palestras e debates alternadas por discussões em grupos. No encerramento das atividades do evento, sempre é realizada uma exposição resumida das conclusões de cada grupo. Nesta etapa interativa, intitulada “Painel”, cada participante tem a oportunidade de citar suas próprias experiências relacionadas ao tema proposto no evento e perceber como aproveitar em suas empresas ou áreas de atuação as soluções apresentadas pela Dynamica Consultoria. Esta etapa do encontro é muito elogiada pelos participantes. As discussões sempre foram estimuladas no sentido de aliar as práticas das organizações aos conceitos teóricos e metodológicos, que a própria consultoria possui.

 

Inovação e Cultura como práticas das lideranças

 

Já em 2020 e no formato à distância do encontro, foram tratados temas como “Gestão e Inovação” e “Gestão e Cultura”. No primeiro, realizado em agosto, os participantes tiveram a oportunidade de discutir sobre OKR (Objectives + Key Results), metodologia de gestão focada em simplificar e rastrear os objetivos e resultados-chave de uma empresa; SOAR (Strengths, Opportunities, Aspirations and Results), uma técnica de planejamento em contraste ao SWOT e que tem como base questões apreciativas para focar o negócio, além de considerar pontos fortes e oportunidades atuais para planejar ações futuras e resultados. Esta técnica é muito indicada para analisar, por exemplo, aspectos de melhoria em cultura organizacional, desenvolvimento de planejamento ou em suas revisões, planejamento de carreiras ou melhoraria de performance. Além destas temáticas também foi abordado o Design Thinking, uma abordagem emprestada do design e adaptada para empresas e organizações, que consiste em um processo ou jornada estruturada, um modelo mental, para inovação e solução de problemas, centrada no ser humano. Trabalha na construção de questões para promover a reflexão e atua nas competências de escuta ao outro, empatia, colaboração e experimentação. No estudo de caso desta edição, os participantes foram divididos em grupos e utilizaram como orientador um template com os principais pontos das 3 técnicas relembradas no começo do evento: Objetivos, Forças, Ideação, Oportunidades & Soluções, Aspirações, Resultados & Metas e Conclusões. Cada grupo escolheu um cenário de um segmento/empresa para trocar ideias e buscar soluções. 

Na edição dos Encontros para Mudanças de 2020, uma atividade em especial aconteceu! Na sala principal do evento virtual, os convidados foram recebidos com alguns cartuns do cartunista Sizenando, que esteve durante todo o evento capturando, por meio de imagens, as discussões realizadas. Veja algumas das ilustrações:

 

Cartoons Encontros para Mudanças

 

Cartoons Encontros para Mudanças

 

A Dynamica sempre busca aplicar novas formas de comunicação em seus eventos. O uso do cartum nasceu em 2007, no lançamento do 1º site da empresa, buscando levar a visão do humor corporativo como uma das formas de facilitar a retenção das mensagens chave

No mês de setembro o tema do Encontros esteve relacionado à “Gestão e Cultura: Transformação Cultural e Digital nas Empresas Médias Brasileiras”. Quando falamos em uma empresa tornar-se digital, falamos de uma nova mentalidade adquirida por todos e uma nova cultura da empresa. Transformação digital vai muito além de implementar ferramentas tecnológicas para tarefas e processos no dia a dia da organização. Quando passa a fazer parte da cultura da empresa, significa que líderes, gestores e colaboradores passam a adotar uma “mentalidade digital”. Esta processo de mudança também precisa ter uma gestão, pois envolve a mudança da cultura em uma organização.

Para tratar do tema, trouxemos algumas teorias como a Transformação Cultural de Schein, psicólogo social americano que diz que “um clima pode ser criado localmente pelo que os líderes fazem, que circunstâncias se aplicam e que ambientes permitem.” Para nós, entendemos que cultura é o que eu vejo que eles de fato fazem. Ainda na discussão, buscamos a visão de  Richard Barrett, em quequando os valores da organização estão alinhados aos valores aos quais os funcionários aspiram, o resultado é o alto desempenho”. Com este conjunto de debates, os participantes puderam chegar à conclusão de que não existe transformação digital sem transformação cultural. A criação de uma cultura de transformação digital contempla alguns elementos, como Disruptivo, Experimental, Agilidade, Times empoderados, Orientação a dados, Foco na Experiência do Cliente, Senso de urgência, Transparência; Colaborativo e Orientação externa.

 

Alguns pontos sobre cultura empresarial e transformação digital

 

  • Não há uma cultura empresarial melhor que outra. É preciso identificar qual traz mais resultados para sua organização.
  • Avalie aspectos da cultura atual e o modelo da cultura desejado para observar as diferenças entre ambos.
  • É preciso engajar as pessoas na construção da cultura.
  • O trabalho e atuação da liderança auxiliam na disseminação da cultura.
  • Importante manter o foco na experiência do cliente.
  • A transparência no processo e na comunicação auxiliam na sustentação da cultura.

Conteúdo relevante e trocas ricas geram ótimos resultados

 

  • Participação de mais de 400 profissionais, de empresas de diferentes segmentos, portes e posicionamentos
  • 100% de aprovação
  • 100% consideram que atingiram os objetivos propostos
  • 100% de aprovação para o nível de conhecimento apresentado pela Dynamica: Objetividade e Clareza, Atenção às Dúvidas

 

Veja os depoimentos de alguns participantes: 

 

Excelente troca de ideias e experiências..” Roberto Russo

 

“Muito bom trocar ideias com pessoas novas nesse momento de reflexão.” Melissa Pi

 

Sempre muito bom poder aprender e discutir temas tão atuais. Muito obrigada pela oportunidade..” Eliane Satie Turuta

 

Sempre agregador participando de um encontro com a Dynamica.Regina Helena J Loria De Benedetti 

 

Participe dos nossos encontros e participe de um rico debate sobre gestão com especialistas e diversos profissionais do mercado. A próxima edição do Encontros para Mudanças acontece no dia 28 de Outubro, às 17h, com o tema Gestão & Competitividade – Estratégias para se manter competitivo neste mercado volátil.

Inscreva-se aqui!

 

Somos especialistas em estratégia, cultura e mudanças. Conte com a gente!

WhatsApp

CHAT - Quer Saber Mais?